Sony a7RII

Porque é que a Sony a7RII pode vir ser a Câmara mais importante nos próximos anos

O mundo da fotografia digital é constantemente inundado com novos produtos e tecnologias interessantes, muitos dos quais gritam de excitação ainda antes de seu lançamento, mas muitos chegam e rápidamente caiem no esquecimento. A Sony a7RII é um produto que me chamou a atenção, antes ainda do seu lançamento.

A a7

A série a7 das câmeras Sony tem sido muito popular nos últimos anos  e veio inflamar o já agitado debate das “mirrorless” contra as DSLR, juntamente com outras câmeras populares, como a Fujifilm X-T1. Eu não estou aqui para reacender esse debate, pelo menos não intencionalmente. A maioria das câmeras estes dias, mirrorless ou DSLR, são máquinas extremamente avançadas e capazes de dar excelentes imagens em quase qualquer situação, quando utilizadas corretamente.

Sempre tive curiosidade em relação às câmeras mirrorless até porque sempre tive câmeras DSLR,

As mirrorless têm  visores eletrónicos  e as belas cores dos sensores da Sony e Fuji são bastante tentadoras, mas, e até aqui nao abandonei os meus kits Canon e Nikon, recentemente tive a oportunidade de em colaboração com a Sony Portugal de testar uma a6000 que irei brevemente fazer o ensaio e dar uma opinião para o fotógrafo iniciante, amador e o utilizador comum, do dia a dia.

O que me fascina nestas novas câmeras é a velocidade do AF. A linha de lentes da Sony não tem, por enquanto, sido bem preenchida para este sistema no entanto começam já a aparecer algumas opções a ter em conta. Este facto tem limtiado muito as capacidades nativas do sistema, no entanto existem adaptadores para poder usar lentes Canon e Nikon disponiveis no mercado.

A solução passa pela utilização desses adaptadores para montar as minhas lentes Canon para a Sony, certo? Quem pode concorrer com vasta linha de lentes da Canon se aliarmos a  um sensor dos melhores em reprodução de cores e gama dinâmica ?

Autofocus Phase Detection

A Sony a7RII pode usar o autofoco de detecção de fase combinado com um adaptador para lentes EF da Canon. Para além disso a Sony anunciou a maior velocidade de autofoco como sendo o melhor desempenho num corpo nativo (incluindo autofoco contínuo e rastreamento). Esta é a característica que pode, no meu entender, representar uma mudança de paradigma fundamental no mundo da imagem e da fotografia.

Até agora, câmeras e lentes eram essencialmente tudo ou nada, se comprasse  lentes de uma marca,  também teria de comprar os corpos dessa mesma marca e vice-versa.

Alguns sistemas permitiam adaptadores, mas na maioria das vezes nunca sem compromissos, ou seja, redução do desempenho AF. Este compromisso foi, naturalmente aceitável para certas situações, ou seja, quando apenas necessitmos de precisão, e quando a  velocidade não era fundamental. No entanto, em situações de alto desempenho, isso simplesmente não era bom o suficiente.

Eu gosto de trabalhar em foco automático. Muitas câmeras mirrorless, incluindo a linha a7, têm excelentes características de foco manual, mas  em situações de alto desempenho, ter um sistema de AF de confiança é uma enorme vantagem.

O sistema de AF no a7RII parece excelente. Com 399 pontos de foco de fase (e 25 de detecção de contraste) que cobrem a maior parte  da imagem com uma densidade maior do que qualquer atual sistema full-frame, a câmera a7RII parece ter tudo para dar certo.

Se o AF for realmente como os relatórios iniciais dizem que é, esta inovadora Sony ao ter evitado a necessidade de usar lentes nativas para o desempenho do autofocus abriu à a7RII  um catálogo vastissimo de lentes, sem comprometer o desempenho AF.

Não é garantido no entanto que funcione em lentes Canon feitas antes de 1996.

Outras Funcionalidades

Sobre a questão do número de megapixels, é mais que suficiente 42,4 MP.

Adicionalmente, características como 5 eixos de estabilização in-imagem, redução da vibração do obturador, e um modo silencioso com um obturador totalmente eletrônico, faz com que esta câmera seja um verdadeiro monstro da tecnologia.

Em jeito de conclusão, a capacidade de usar a focagem automática de detecção de fase com lentes não-nativas pode ser a característica que muda o paradigma e abre a porta a uma nova forma de construir um kit de câmera sem compromisso.

Vamos ter no entanto que esperar até que a a7RII seja disponibilizada para ver se o desempenho está acima do esperado, mas se os testes iniciais forem o que anunciam vai ser certamente uma câmera inovadora.

Não perca na próxima semana o teste à Sony a6000

 

Deixar uma resposta