Drone da Qualcomm

A Qualcomm, conhecida de todos pelos seus processadores e chips para smartphones, resolveu criar uma versão especial do seu chipset, dedicada à utilização nos drones.

O anuncio do lançamento do Snapdragon Flight foi feito pela Qualcomm, que assim dá um passo numa área nova e que precisava da chegada de um fabricante que uniformizasse e apresentasse soluções all-in-one.

O Snapdragon Flight é uma board baseada no bem conhecido processador Qualcomm Snapdragon 801, que incorpora também outras tecnologias, que vão garantir aos drones elevados níveis de conectividade e de software, para conseguir criar novas propostas, muito mais baratas e viradas para o consumo.

Para tratar do maior problema que a criação e produção que drones actualmente têm, e que resulta da falta de uma plataforma que unifique os diferentes componentes e que interligue as suas funções, a Qualcomm criou o Snapdragon Flight.

A resposta veio na forma de uma board onde a Qualcomm integra o seu processador, uma ligação wifi e bluetooth, GPS e câmaras para captura de imagens.

Com esta proposta os fabricantes podem agora encontrar num único fornecedor a solução para todos os componentes electrónicos que necessitam, diminuindo o peso e a complexidade que tinham antes para criar um droid.

Com o Snapdragon Flight os fabricantes vão ter à sua disposição numa simples board um elevado grau de processamento, controlo de voo em tempo real recorrendo ao co-processador Hexagon DSP, que disponibiliza uma solução 2×2 Wi-Fi e conectividade Bluetooth, e um Sistema de Navegação Global por Satélite (GNSS) optimizado para suportar localização de elevada precisão.

Qualcomm_2

A somar a todas as características já enumeradas, a Qualcomm disponibiliza também no Snapdragon Flight a tecnologia de carregamento rápido Quick Charge, que vai garantir que o carregamento das baterias dos drones será feita de forma muito mais rápida.

A Qualcomm garantiu já parcerias com alguns dos principais fabricantes de drones, que pretendem ter já no próximo ano soluções baseadas no Snapdragon Flight.

É também esta a esperança da Qualcomm. O ano de 2016 será quando o seu Snapdragon Flight será largamente adoptado por toda a industria, tornando-se um padrão.

Todos os que quiserem começar já a explorar todas as potencialidades e a criar aplicações que tirem partido de todas as características do Snapdragon Flight podem fazê-lo. A Qualcomm vai disponibilizar aos interessados os primeiros kits.

Depois da revolução que os drones trouxeram, com tudo o que de bom e de mau isso acarretou, é agora a hora da industria melhorá-los, com soluções integradas e que unificam todos os diferentes componentes.

FONTEPplware
COMPARTILHAR
Artigo anteriorHolga lança campanha na Kickstarter
Próximo artigoSony A7s II
Nascido em Lisboa, Advogado de profissão e fotógrafo de coração, com licenciatura em Direito bem como formação em Marketing e publicidade, dedica-se à fotografia, e produção de contéudos.