Asus ZenBook UX305

Tive a oportunidade de poder testar numa semana o Asus Zenbook.

Fino, elegante leve, é o que o definem.

Um olhar mais atento para este ZenBook diz-me que não é um laptop qualquer.
ux305_black-left-back-open90-100569161-large
No que diz respeito à qualidade de construção, não há nenhum plástico barato, e sim uma “pele” de alumínio.
A Asus diz que a “armadura” deste guerreiro é construída de alumínio com uma espessura 0,5 milímetros, o que o torna um dos mais finos laptops de 13,3 de sempre. O Dell XPS 13  de 2015, por exemplo, mede a 18 milímetros. O ultrabook original, da Apple MacBook Air 11 é 16,8 milímetros. A Asus? 13 milímetros.
No interior não vai encontrar um Celeron, um Pentium ou um Atom, a Asus colocou sim um Intel Core M 5Y10. Ou seja um processador Broadwell, mas o Core M é bloqueado para consumir um terço da potência de um Core i5 ou Core i7 Broadwell.
Isto permitiu à Asus realmente construir o ZenBook como um verdadeiro computador portátil sem ventoinha, por isso é totalmente silencioso. A empresa diz que o ZenBook apresenta um design “IceCool”, usando as ligas de cobre e crómio para manter o CPU e o interior do laptop numa temperatura que podemos chamar de “cool”.
Se é verdade ou não? Eu encontrei as laterais a ficarem quentes. Depois de executar um teste durante aproximadamente uma hora.
O ZenBook é o segundo laptop equipado com processador M que eu já vi.
O desempenho de um ultraportátil não é tão crítico como é para, digamos, um ambiente de trabalho ou uma estação de jogos, mas vejamos se é adequado para fotografia.
Sei que a maioria dos clientes deste tipo de máquinas são utilizadores que o compram pela sua portabilidade, mas nós fotógrafos já temos imensas “bugigangas” com que nos preocupar, porque não usar um ultrabook quando vamos fotografar para usar com tethering ligado à nossa câmera através do lightroom ou mesmo do capture one.
O facto é que é que na maioria das vezes não precisamos de um overclock ou de um Core i7 de 8-cores para executar Lightroom ou o Photoshop, ou até o Microsoft Word ou tarefas de nível básico do Excel.
Corri o teste do PC Mark 8 e eis os resultados comparativos.
asus_zenbook_ux305_pcmark8_work_conventional-100569155-orig
Na realidade não existe a necessidade de um grande CPU em tarefas de escritório, no gráfico em baixo, pode ver onde os dual-core chips de Core i5,  com o seu maior consumo de energia e velocidades de clock mais altas, têm uma vantagem e isso é na edição de video e processamento de imagem em video, mas na realidade nós não editamos video “on the go”. Pelo menos a maioria de nós.
asus_zenbook_ux305_handbrake_encode-100569588-orig
O processador Core M é maximizado para trabalhar em baixa potência e baixa temperatura. E é na realidade melhor do que o Atom / Celeron / Pentium, em performance mas fica muito aquém de um Core i5  que consome três vezes o seu poder. Isso se torna-se muito aparente no nosso teste de codificação HandBrake, e também executar o teste de gráficos 3DMark Cloud Gate. Como pode ver, ainda assim tem um bom desempenho. No entanto os gráficos integrados desta placa de video não vão deixar jogar um jogo graficamente intenso em qualquer taxa de FPS de forma razoável.

asus_zenbook_ux305_cloudgate-100569153-orig

Talvez um dos testes mais importantes num laptop é a vida da bateria ou mais concretamente o seu desempenho. E para tal Corri MobileMark 2014 com ZenBook e, de
seguida, comparei com os resultados do Lenovo ThinkPad X1 e o Dell XPS 13.
asus_zenbook_ux305_mobilemark2014_updated-100569429-orig
O MobileMark 2014 é um teste que faz um resumo de um uso real, usando aplicativos off-the-shelf populares como o Office e Photoshop e replicando uma sessão de trabalho típica.
O teste simula uma pessoa a receber um e-mail e realmente a ler o e-mail por cinco minutos, por exemplo, invés de simular uma digitação de um texto como um autômato durante oito horas seguidas.
Com a sua bateria de 45 watt-hora con processador  M, o Zenbook durou uns saudáveis 638 minutos.
Pode ver no gráfico comparativo o desempenho face aos seus mais sérios concorrentes.
Mas como este artigo é sobre o seu desempenho em fotografia, onde a gráfica é mais solicitada e que é disso que nós tratamos, fizemos também alguns ensaios e testes com o processamento de ficheiros em photoshop.
teste edição de fotografia-1 teste edição de fotografia-2
Conclusão: com um preço de € 1.026, 00 o Asus Zenbook é um modelo a ter em conta se estiver preocupado com o consumo de energia, a duração da bateria e a portabilidade tudo num compromisso equilibrado, é certamente uma alternativa ao Macbook Air, e para aqueles que fogem do ambiente Mac e necessitam de uma máquina em ambiente windows.
Conforme referi isto é um ultrabook e não um laptop de performance, mas claro está não podemos ter o melhor de dois mundos.