-Publicidade-

Olympus Trip 35

-Publicidade-
-Publicidade-

Hoje nesta nossa rúbrica de clássicas não vos trago uma SLR, mas sim uma câmera que foi produzida em 1967 e só cessou a sua prosução em 1984, tendo sido fabricado maos de 10  milhões de exemplares.

Falo da Olympus trip 35

4913509722_5b0203858c

A trip 35 é uma câmera compacta com filme de 35 mm, com um mecanismo de autoexposição e com uma características inovadora, não precisava de qualquer bateria, pois toda a parte da frente em redor da lente era uma célula solar de selénio,  fazendo com que a mesma funcionasse autonomamente.

A trip era forte, robusta, não avariava e funcionava sempre, daí o seu nome, uma câmera concebida para colocar numa mochila e fotografar sem grandes cuidados.

A LENTE

A Trip 35 tem uma lente de  40mm f / 2.8 Zuiko  não-intermutável, com quatro elementos em três grupos. há quem suspeite de ser uma lente de focagem Tessar.  Esta lente tem uma reputação de ser extremamente definida , mesmo nos cantos. e bordas.
A lente oferece um anel de focagem com 4 símbolos bonitos distância marcados no topo esquerdo da lente. Estes correspondem às marcações da distância na parte inferior da lente: 1 metro, 1,5 metros, 3 metros e infinito.
VISOR
O visor é do tipo  Albada, com marcações de paralax.
As janelas são feitas de plástico. Há uma segunda janela muito pequena, apelidada de “janela de Judas”, que mostra o símbolo de ajuste da abertura e distância corrente que estão no “barril” da lente.
Uma pequena bandeira vermelha aparecerá no visor se o mecanismo de auto-exposição decidir que não há luz suficiente e se recusar a disparar, diria eu que aqui está uma solução inteligente.
6721930645_4197554c03
Agora aqui temos de falar sobre os problemas desta câmera, é uma câmera vintage, e como tal apesar de bem construída algumas destas câmeras começam a apresentar algumas falhas derivadas da sua idade.

Uma das mais comuns é a abertura presa ou “pegajosa”.

Identificação de mau comportamento: Numa trip normal, o orifício de abertura deve retrair automaticamente para f mínimo / 22 sempre que o botão do obturador não está pressionado. Ajuste a lente para ajuste de abertura manual diferente  e pressione o obturador, o furo de abertura deve ser aberto para o tamanho diferente de acordo e retrair para o mínimo assim que o botão do obturador é pressionado. Se a abertura não responder, ficar preso em algum lugar no meio, então a montagem de abertura tem um problema de lubrificação.
images
Mas há imensos sites na web que ajudam a corrigir este problema.
il_fullxfull.420839187_jldq
A trip é muito popular encontrando uma série de seguidores pelo mundo fora, e há quem mesmo se dedique a personalizar esta pequena câmera que consegue-se comprar por preços muito em conta, se bem que começam já a ficar muito inflacionados.
get-a-retrofitted-olympus-trip-35_1
Artigo anteriorLubitel 166B
Próximo artigoOlympus Pen EE
Nascido em Lisboa, Advogado de profissão e fotógrafo de coração, com licenciatura em Direito bem como formação em Marketing e publicidade, dedica-se à fotografia, e produção de contéudos.

SEM COMENTÁRIO

Deixar uma resposta