Sony a6300

A Sony Alpha a6300 é uma câmera mirrorless mid-range com um sensor APSC 24 megapixels, vídeo 4k e um sistema AF poderoso que é ideal para a captura de imagens de ação.

Sony a6300

A Sony Alpha a6300 é uma câmera mirrorless mid-range com um sensor APSC 24 megapixeis, vídeo 4k e um sistema AF poderoso que é ideal para a captura de imagens de ação.

Anunciada em Fevereiro de 2016, vem dois anos depois do best-seller a6000 Alpha que tivemos já a oportunidade de ensaiar em Julho de 2015.

A a6300 torna-se câmera topo da gama APSC mirrorless da Sony.

Sony a6300

A a6300 é a sucessora da a6000.

Olhar breve sobre o equipamento:

Externamente, a nova a6300 é identica à a6000.

Exterior:

Ambas partilham essencialmente os mesmos corpos e layouts de controlo virtualmente são idênticas.

Sony a6300

No que ao design diz respeito, consiste num corpo achatado com um visor built-in, um flash pop-up e uma sapata para flash, ecrã com inclinação, dois botões de controlo e nove botões personalizados.

As únicas diferenças físicas são: a a6300 passa a ser “weather sealed”  com capacidade de resistir a condições adversas, nomeadamente ao pó e à humidade. Outra das diferenças notadas são a adição de uma entrada de microfone e uma alavanca que desliga o bloqueio AE para o bloqueio do foco.

a6300-2-of-7

Interior:

Internamente, o visor goza de um upgrade de 1,4 milhões de pontos com resolução de 800×600  SVGA  para 2,4 milhões de pontos com resolução de 1024×768 XGA.

No entanto os engenheiros da Sony resistiram à mudança, e quanto a mim uma falha, ao não colocar capacidades  touch screen no ecrã traseiro.

O sensor permanece 24 Megapixels, mas agora possui 425pontos AF de detecção por fase que cobrem praticamente todo o sensor, uma matriz bem mais densa do que os 179 pontos da a6000.

A velocidade máxima de disparo permanece 11fps, mas uma nova opção foi criada com 8fps que fornece uma melhor experiência um feedback tipo DSLR com um black out minimo.

a6300-4-of-7

Capacidades video:

Completando a especificação o  vídeo tem a capacidade 4K até 30p e 1080 vídeo de até 120p com perfis de imagem opcionais.

Em detalhe:

Externamente, a Sony a6300 é quase indistinguível da sua antecessora, a a6000. Por isso, compartilha da mesma forma compacta, num corpo achatado, o mesmo punho e os mesmos controlos. Há duas ou três diferenças físicas, porém, uma delas muito importante: A a6300 agora desfruta de vedação contra poeira e humidade, um upgrade significativo sobre a a6000. Eu não tive a oportunidade de testar a a6300 em condições extremas, nem quis correr esse risco no entanto a Sony descreve-a como agora com uma capacidade de vedação semelhante à da série A7, o que a torna uma boa companheira para a capturas de por exemplo desportos nauticos (nota: convém assegurar-se que usa lentes com a mesma capacidade de resistência à poeira e humidade).

a6300-5-of-7

Ergonomicamente embora a a6300 se mantenha inalterada em relação à a6000 convém aqui referir que o punho tem um tamanho decente para o corpo e é fácil de segurá-la com conforto e segurança.

O corpo da câmera mede 120x70x49mm e pesa 404g com a bateria, tornando-o mais curta do que a maioria das câmeras suas concorrentes que apresentam um visor embutido.

Os controlos da a6300 são idênticos aos da a6000, com uma diferença de uma atualização no botão de bloqueio AE, que, agora tal como a série A7, apresenta um interruptor de  para escolher se o botão mantém a exposição ou o foco.

Olhando bem de perto o selector de modo agora tem uma textura mais fina em torno dele, e se abrir a aba da porta das tomadas, vai agora encontrar uma tomada para um microfone externo, que era uma falha na a6000, é caso para dizer que mais vale tarde que nunca, e que é bom a que os engenheiros da Sony tenham reconhecido esta lacuna no modelo anterior. E em termos estéticos são mesmo essas as únicas diferenças que se encontram de um modelo para o outro.

Sony a6300

Como tal, a A6300 herda os mostradores duplos de controlo da a6000, ambos operados pelo polegar: um no canto superior direito e outro uma roda plana na parte traseira, que também se inclina para fornecer navegação em quatro sentidos.

Os controlos das câmeras são sempre uma coisa muito pessoal, e estando eu habituado a fotografar com Canon e Nikon, posso dizer que a experiência que tive com os comandos da a6000 e da a6300 que são os mesmos, diz me, mas repare-se isto é uma opinião pessoal, que a a6300 realmente precisa de um selector montado na frente adicional, que pudesse ser operado pelo dedo indicador, como os existentes na a série A7, este upgrade iria facilitar a experiência ao fotografar tornando a câmera mais intuitiva e fazer com que este modelo fosse utilizado por fotógrafos de outro segmento.

O primeiro ponto que menos gostei na a6000 embora não seja um tema que me levasse a não comprar esta câmera também é herdada aqui  na a6300 e prende-se com o facto de usar o mesmo ecrâ traseiro  16:9, que não é sensível ao toque e apenas se inclina verticalmente.

Bem sei que é uma questão cultural por norma câmeras com ecrã toch screen, não são por norma inseridas num mercado mais profissional e talvez a Sony queira posicionar a a6300 num segmento mais vocacionado para o segmento profissional. No entanto marcas como a Nikon e Canon com uma larga experiência no mercado profissional começam por lançar câmeras para o segmento profissional com touch screen e esta opção poderia também ser desactivada (fica a nota Sony).

Sony a6300

O Segundo ponto prende-se com o formato 16:9, empregue aqui foi claramente desenhado para poder acomodar o visor que fica acima deste ecrã e é fabuloso este formato quando visionamos filmes widescreen, mas no campo da fotografia em fotografias com formato 3:2 vai visionar barras pretas que se posicionam dos lados esquerdo e direito, resultando numa imagem visivelmente menor do consegue visionar nas câmeras da concorrência (fica mais esta nota Sony).

Em terceiro lugar, o ecrâ  apenas inclina-se em 90 graus para cima e para baixo cerca de 45 graus, a articulação da a6300 não vai ajudar muito na composição de retratos ou selfies nomeadamente em ângulos altos ou baixos.

O que me leva a uma conclusão, qual o nicho em que esta câmera se insere: E imediatamente percebi que esta câmera a a6300 é excelente para vloggers, no entanto no campo da fotografia acho que AF funciona maravilhosamente bem.

Em quarto lugar, o brilho ecrâ tal como na a6000 poderia ser melhor no meu ensaio tive que seleccionar a opção tempo ensolarado para uso ao ar livre, que consome bateria mais rapidamente.

No que diz respeito ao visor (viewdinder), a Sony trocou o SVGA / 800×600 da a6000  para um XGA / 1024×768  na a6300 tornando a imagem brilhante, colorida e constante, tendo notado claras diferenças para o modelo anterior.

Mas sobre este tema é importante referir que a Sony NEX-7 um modelo que experimentei na Alemanha há uns anos atrás e que surgiu ainda antes da a6000 já tinha tinha um, então a Sony realmente apenas corrigiu uma omissão da a6000 e trouxe-o de volta na a6300, em virtude de também a concorrência já os estar a introduzir.

Tal como no modelo anterior, a a6300 é equipada com Wi-Fi e NFC.

a A6300 é alimentada pela mesma bateria  NP-FW50 de Lithium Ion que é comum em toda a série mirrorless Alpha da Sony

A Sony menciona que a bateria tem a capacidade  de 350 disparos com o visor ou 400 com o ecrâ  de acordo com as normas CIPA, mas lembre-se se usar o ecrã com maior brilho no modo para utilização no exterior, usando Wifi, deve esperar que a bateria se esgote mais rapidamente. Dito isto, eu consegui gravar aproximadamente uma hora de vídeo 4K com uma carga completa.

Tal como outras câmeras da Sony, a a6300 carrega a sua bateria interna através de USB e, como alguns modelos mais recentes pode também alimentar a câmara através de USB durante a filmagem que é grande recurso para quem quiser fazer timelapse fotografia intensa. Eu bem sei que alguns fotógrafos preferem carregadores AC externos, mas eu acho muito conveniente nos dias de hoje o carregamento USB interno principalemte porque nos dias de hoje em qualquer lugar pode encontrar uma porta USB, num laptop, ou num desktop ou ate mesmo um quarto de hotel, ou carregar através de um powerbank (parabéns Sony).

No campo do flash, tal como a sua antecessora, a a6300 apresenta um pequeno flash pop-up (Numero Guia 6 a 100 ISO) juntamente com uma sapata com contactos electrónicos para apoiar a gama de acessórios Sony multi interface – estes incluem um adaptador para microfones XLR.

Conclusão:

Mas vamos a considerações finais sobre o que achei desta câmera face ao modelo anterior por mim ensaiado.

A Sony a6300 é uma câmera excepcional para a ação e desporto. É um óptimo investimento e tem uma excelente relação custo benefício, e em muitas situações que vai rivalizar ou superar muitas das DSLRs que custam quase o dobro. Também é muito boa para fazer vídeo, mais uma vez rivalizando com modelos mais sofisticados no campo do 4k.

Posso até ter sido um pouco crítico com os controlos e sobre a questão do ecrã herdados do modelo anterior a a6000, mas basicamente por eu gostar tanto desta câmera que gostaria que fosse perfeita e claro exprimi uma opinião pessoal, pois é isso que é uma análise a um equipamento, uma análise tendo em conta os nossos gostos pessoais, de forma isenta e exprimindo e dando o nosso ponto de vista de como melhorar, isto tendo em conta a nossa experiência e a nossa opinião pessoal, ainda que outros possam discordar.

Pensamentos finais:

Se está a pensar comprar uma câmera para uso geral, deve sériamente considerar esta câmera a6300 é perfeita, mas deixo aqui a seguinte consideração, deve também pensar na lente ou lentes  que vai querer usar com ela, no ensaio tive a oportunidade de experimentar a FE 28mm f/2.0 e a FE 24-240 f/3.5-6.3.

Se o que procura é fotografar e filmar desporto de acção a a6300 é certamente e atualmente a melhor da sua classe tendo em conta o 4k em um sensor ASPC Perfis de fotografia fantásticos e claro o excepcional autofocus, também aqui uma vez mais “best value for money”. (nota importante se não precisar de vídeo 4K e se acha que com 169 pontos AF incorporados de deteção fase consegue fotografar a a6000  é mais que suficientermente só valendo o upgrade se precisar mesmo destas duas condicionantes).

E por fim, eu recomendo a Sony no que à  tecnologia de sensores diz respeito, pois no campo das mirrorless ela vai muito à frente da concorrência. As capacidades de focagem automática do sensor da a6300 são verdadeiramente impressionantes, tendo sido um prazer fotografar e filmar durante uma semana com esta câmera atualmente rainha das APSC Mirrorless.

Preço: 1.400,00 € (apenas o corpo)

Especificações completas

Sensor APS-C (23.5 x 15.6mm)
Pixel count 24MP
AF system Hybrid AF
(with 425 PDAF points)
Continuous shooting rate 11 fps
Screen 3″ tilting 921k dot LCD
Viewfinder OLED 2.36M-dot w/120 fps refresh option
Movie Resolution 4K 3840 x 2160 / 30p, 1920 x 1080 / 120p, 60p
Image stabilization In-lens only
Number of dials Two
Maximum shutter speed 1/4000 sec
Built-in flash Yes
Hot shoe Yes
Flash sync speed 1/160 sec
Battery life 400 shots
(with EVF) (350 shots)
Weight (w/battery) 404 g (14.3 oz)
Dimensions 120 x 67 x 49 mm (4.7 x 2.6 x 1.9 in.)

Deixo algumas fotografias sem edição captadas com a a6300

O nosso agradecimento à Sony Portugal pela cedência do equipamento para esta análise.

 

Deixar uma resposta