Canon anuncia sensor com 250 Megapixeis

A Canon Europa, líder em soluções de imagem, anuncia que a sua empresa mãe, a Canon Inc., está a desenvolver um sensor CMOS APS-H (aprox. 29.2 x 20.2 mm) que incorpora aproximadamente 250 milhões de pixéis (19,580 x 12,600 pixéis), o maior número de pixéis do mundo num sensor CMOS full frame menor que 35mm.

Quando instalado numa câmara, este novo sensor foi capaz de capturar imagens que permitiram distinguir as letras gravadas na lateral de um avião a voar a uma distância de cerca de 18 quilómetros.
illustration
Nos sensores CMOS, um maior número de pixéis resulta num aumento do volume de sinal, que pode causar problemas tais como atrasos no sinal e ligeiras discrepâncias de tempo. No entanto, o novo sensor CMOS da Canon, além do seu excecional número de pixéis, alcança uma velocidade de leitura de sinal ultra-alta de 1.25 mil milhões de pixéis por segundo, possível através de avanços tais como miniaturização dos circuitos e tecnologia de processamento de sinal melhorada. Segundo consta, o sensor permite a captura de vídeo com contagem de pixéis ultra alta a velocidades de cincoframes por segundo. Adicionalmente, apesar do elevado número de pixéis, a Canon aplicou ao seu sensor tecnologias trabalhadas ao longo de muitos anos até identificar uma arquitetura adaptada a pixéis miniaturizados com um desempenho de imagem de elevada sensibilidade e pouco ruído.

As filmagens gravadas pela câmara, equipada com um sensor CMOS de aproximadamente 250MP, alcançaram um nível de resolução cerca de 125 vezes superior ao vídeo Full HD (1,920 x 1,080 pixéis) e cerca de 30 vezes superior ao vídeo 4K (3,840 x 2,160 pixéis). A impressionante alta definição, possível graças ao sensor, permite cortar e ampliar imagens em vídeo sem sacrificar a resolução e nitidez de imagem.

A Canon está a considerar utilizar esta tecnologia em ferramentas especializadas para o setor da vigilância e prevenção de crime, em instrumentos de medição de resolução ultra alta e outros equipamentos industriais, e no campo da expressão visual.

A marca japonesa está a acompanhar o sensor com processadores e algoritmos de imagem igualmente potentes, o que permite a transmissão de 1,25 mil milhões de píxeis por segundo.

sensorincamera

Então e a área de vídeo? Os números partilhados pela Canon são igualmente imponentes: a resolução seria 30 vezes superior ao que é conseguido por uma câmara Ultra HD e cerca de 125 vezes superior ao que é conseguido ao nível do Full HD.

As indicações atuais da empresa revelam que um sensor desta tipologia não será integrado em câmaras para o consumidor final, antes em câmaras de uso profissional. Câmaras de vigilância, ferramentas anti-crime, instrumentos de ultra-alta resolução e outras aplicações na área industrial são os “cenários” avançados pela Canon.

Ao nível do utilizador final algumas das câmaras atuais mais potentes apresentam sensores de 50 megapíxeis, caso da Canon EOS 5DS, ou de 42,4 megapíxeis da Sony A7R Mark II.

FONTESapo Tek
COMPARTILHAR
Artigo anteriorFotografia Noturna
Próximo artigoYOGA TAB 3 PRO
Nascido em Lisboa, Advogado de profissão e fotógrafo de coração, com licenciatura em Direito bem como formação em Marketing e publicidade, dedica-se à fotografia, e produção de contéudos.