Câmera A I-1 a nova câmera da Impossible Project

Câmera A I-1

A nova câmera da Impossible Project

O ano passado foi bastante agitado para os fãs de fotografia instantânea com filme instantâneo e eis que surge mais uma novidade, a câmera da Impossible Project.

câmera da Impossible Project

O regresso do Analógico

É um facto que temos vindo a referir que existe uma onda de nostalgia para tudo que é vintage, e há empresas que estão a aproveitar este nicho de mercado de forma muito inteligente.

câmera da Impossible Project

Já tínhamos anteriormente falado na empresa que salvou os famosos packs de filme Polaroid, tendo para isso adquirido as máquinas das antigas fábricas da Polaroid e impedindo milhões de câmeras de se tornarem obsoletas.

Para além disso, foi referido por nós na quadra natalícia passada um dos presentes de Natal mais vendido do ano, foi as Instax Mini da Fujifilm.

Recentemente vimos com tristeza o anuncio da morte anunciada do filme instantâneo amado Fujifilm FP-100c.

O Impossible Project, no entanto, está agora a tentar fazer com que toda esta onda que envolve o regresso ao analógico seja ainda mais cheia de vida.

câmera da Impossible Project

E para além de já ter salvo os filmes para as velhinhas Polaroid, apresentou hoje  uma nova câmera totalmente construída para o formato de imagem clássica Polaroid 600.

É a câmera instantânea I-1 da Impossible Project.

A I-1 foi anunciada na conferência de design Bloomberg Businessweek e vai oficialmente ser colocada à venda a 10 de maio por US $ 299.

câmera da Impossible Project

Esta câmera usa o mesmo filme Polaroid pack.

Em termos de design esta câmera foi desenhada em forma de pirâmide de modo a que  o filme fica colocado na parte inferior e o corpo encontra-se desenhado de forma que  um sistema pop-up seja usado para compor fotografias

AI-1 foi construída com Bluetooth que lhe permite conectar-se a  smartphones que podem mudar as configurações como abertura e velocidade do obturador. E com ele vai poder também disparar remotamente o obturador da câmera.

Curioso é o facto de uma das fotografias usadas no site como anúncio ser um típico elétrico de Lisboa.

Este slideshow necessita de JavaScript.

A bateria é recarregável, que a empresa diz ser mais ecológica.

Deixar uma resposta