FlashQ Disparador Análise

FlashQ Disparador Análise

Hoje vamos analisar os disparadores  FlashQ que são uns incríveis e pequenos disparadores de flash sem fios fabricados pela LightPix Labs com sede em Hong Kong.

Existem no mercado uma enorme variedade de disparadores, uns mais profissionais com inumeras funções para fotógrafos profissionais, tais como os Pocket Wizzard, Profoto, Phottix, etc, e depois aqueles que são mais económicos e mais ao alcance dos fotógrafos amadores ou mesmo os avançados como os da Yongnuo, Hahne, visico etc.

E temos o FlashQ da LightPix Labs que é uma classe à parte.

2016-05-15 16.13.04.jpg

E questionam me porque são uma classe à parte? A LightPix Labs não pretende concorrer no mercado da fotografia profissional, mas sim entrar num mercado muito específico que é o de quem gosta de fotografia, mas não faz vida da fotografia e não pretende um disparador cheio de tecnologia com TTL, mas sim algo que seja prático, transportável, rápido de colocar em funcionamento e acima de tudo altamente fiável.

FlashQ

A configuração particular que vamos analisar é o novo FlashQ Kit F + em Midnight Black, que se pode adquirir on line por por US$ 62 USD..

As câmeras com o qual é compatível incluem já as câmeras Sony com Multi Interface Shoe (MIS), Canon, Nikon, Fujifilm, Pentax, Olympus, Lumix, e em termos de flash para além dos nativos das marcas incluem Metz, Nissin, Pixel etc.

Os testes que tive a oportunidade de fazer fiz com duas câmeras distintas:

A novíssima Sony A7R II, uma vez que a marca anuncia compatibilidade para multi Interface Shoe (MIS), e com uma câmera mais antiga, com a Nikon D300.

Especificações:

  • Tamanho: 25 x 25 x 15mm
  • Frequencia de funcionamento: 2.4GHz low-power digital radio
  • 160 canais de rádio
  • Raio de funcionamento: 10m
  • Sem TTL, até 1/250 de velocidade de sincronização*
  • PC Sync cable (via Func. port) for studio strobes
  • Mais de 100K disparos numa bateria só
  • 6 meses de duração da bateria em standby time
  • LED :Verde – ligando/desligando; Vermelho – Disparando; Azul – emparelhando

*Em câmeras que sincronizem com flash a esta velocidade.

Apresentação e embalagem:

Os disparadores FlashQ vêm embalados numa caixa de cartão tradicional impressa,  de forma minimalista. As dimensões da embalagem são mesmo muito pequenas o que impressiona para o equipamento que trás lá dentro 7.5 x 12.5 x 4cm. Se fossemos comparar com as embalagens de outros disparadores seriam certamente 3 embalagens para cada um dos equipamentos, e nesta embalagem vêm os 3. Surpreendente!

Quando quiser adquirir este equipamento a decisão mais importante que vai ter de tomar é a cor.

Os que estou a analisar vieram  em Midnight Black, no entanto as cores disponíveis para além da cor testada são: Snow White para o branco,  Knight blue, para o azul e  Macaron Pink para o rosa.

Os kits padrão, variam no preço de $ 39 a $ 42 dependendo da opção – vêm com um transmissor, um receptor e um  cabo Micro-USB para PC sync.

Os kits “F +”, variam de $ 55 a US $ 62 – vêm com um transmissor e dois receptores e dois cabos.

Pode no entanto também comprar receptores individualmente por US $ 20 a 22 US$ e construir o seu kit de flash de acordo com as suas necessidades.

As imagens que aqui coloco não são elucidativas o suficiente para mostrar o quão pequenos são estes disparadores por isso coloquei uma moeda de 10 cêntimos para poderem de facto perceber como realmente são pequenos e portáteis.

Na realidade, são os mais pequenos disparadores com qualidade que já testei e que já vi.

Substituir as baterias nas unidades Flash Q é algo feito sem qualquer problema. As baterias são fáceis de encontrar no mercado CR2032 e a duração da bateria é (supostamente) também incrível, seis meses de tempo em standby e 100k disparos, sim 100 mil disparos com uma única bateria, isto segundo o fabricante, pois eu não tive oportunidade de disparar ainda 100 mil disparos para verificar. 🙂

Quando se trata te trabalhar com as unidades FlashQ, é preciso lembrar que eles não vão transmitir qualquer informação TTL.

Eles são disparadores remotos simples.

Alguns de vós devem estar a questionar mas por que não TTL?

Basicamente custo, tamanho e a necessidade do TTL ter de ser compatível com inúmeros fabricantes.

Portanto, e conforme foi referido no inicio desta análise, este disparador é para um segmento de mercado diferente.

Então, a quem se destina os FlashQ?

Fotógrafos com requisitos básicos de flash e que precisam de flash fora da câmera, na rua, no estúdio, etc.

Se quer fotografar com flash fora da câmera quer na rua, quer no estúdio os FlashQ  são perfeitos para isso.

O seu tamanho minúsculo é perfeito para uma Leica M ou uma qualquer rangefinder seja ela de filme ou digital ou outras câmeras mirrorless como a Sony da linha a6000.

São tão pequenos que mal vai notar que eles estão montados, ao contrário de praticamente todos os outros disparador remotos.

Teste e conclusão

Gostei:

Os disparadores vêm configurados de fábrica isto significa dizer que funcionam out-of-the-box, sem qualquer esforço da nossa parte.

Durante o ensaio, mal os retirámos da embalagem e colocámos  o transmissor na sapata da câmera, e o receptor no flash. Eles instantaneamente emparelharam-se sem problema.

E tanto o botão de teste bem como quando disparada a câmara automaticamente era disparado o flash sem falhas ou lag.

 

A beleza do não TTL é que pode misturar todo tipo de flash, sem se preocupar com a marca. Por exemplo eu fotografei esta fotografia com dois flahs fora da câmera com a Sony A7R II com um flash Pixel X800N para Nikon e um flash Aperlite YH500-N.

DSC06493
Fotografia captada com Sony A7R II e dois Flahs a 1/2 de potência e a 1/4 de potência

O que significa dizer que pode realmente misturar e combinar as coisas.

E em termos de distancia?

Então, o quão longe eles podem realmente ir? Estes disparadores estão classificados para 10 metros.

Mas uma coisa é o anunciado e por norma o anunciado é quase sempre muito mais generoso que a realidade?  Bem, nós temos-los a mais de 30 metros e eles dispararam sem falhas. O que é mais de três vezes a distância que eles estão classificados!

Este teste foi feito no exterior onde não havia paredes, objectos ou quaisquer frequências de rádio que pudessem interferir e isso pode ter sido a chave de tão bons resultados.

Algo importante: Este disparador funciona em radio frequência e ao contrário do Speedlites ópticos, com estes não precisam de comunicar na mesma linha de visão, basta sincronizar e já está!

Os disparadores vêm sincronizados de fábrica, mas se adquirir mais unidades ou estiver a fotografar em locais com mais fotógrafos que estão a usar a mesma frequência poderá mudar a frequência para isso basta seguir as instruções que vêm no pequeno e simples manual.

Para além disso pode montar o receptor na base do flash e depois instalar num tripé de câmera com rosca ou com o tradicional adaptador que já usa na sua câmera com o seu tripé.

Não gostei:

Não posso dizer que não gostei, afinal de contas a utilização destes disparadores á para um uso menos avançado, mas sendo que todos os fotógrafos podem querer considerar usar este tipo de disparadores, o menos positivo que aqui considero, é o facto de apesar de poder usar com qualquer tipo de flash sendo que a sua construção é totalmente em plástico e se tiver um flash profissional como os que uso pondere usar em situações em que o peso possa fazer com que a unidade entre em ruptura nomeadamente naquelas situações em que o flash fica a fazer peso de torção sobre o receptor. O TTL era bem vindo.

Conclusão

Altamente recomendado! Estas pequenas unidades são impressionantes. Se não é um profissional, e quer fazer fotografia criativa com flash fora da câmera é uma ótima maneira, fácil e vai certamente dar vida às suas fotografias é para isso que estas unidades foram criadas, para fotógrafos que querem ir mais além mas não necessitam de um curso de fotografia para usarem flash.

REVIEW GERAL
Embalagem
7
Design
8
Qualidade
7
Funcionamento
8
Autonomia
9
Preço
9
COMPARTILHAR
Artigo anteriorSurfterra lança competição fotográfica com apoio da Canon Portugal
Próximo artigoNovo Moto G versão 4
Nascido em Lisboa, Advogado de profissão e fotógrafo de coração, com licenciatura em Direito bem como formação em Marketing e publicidade, dedica-se à fotografia, e produção de contéudos.

Deixar uma resposta