-Publicidade-
Inicio Notícias Câmeras Sony a7r II em análise

Sony a7r II em análise

-Publicidade-

Sony a7r II em análise

-Publicidade-

A Sony a7r II é uma daquelas câmeras que causaram mais “ruído” na indústria das câmeras fotográficas, e tivemos oportunidade de a testar.

A Sony a7r II é a sucessora da Sony a7r e reúne num só corpo tudo de bom que já testei nos modelos anteriores.

Sony a7r II

Se tinha gostado do ensaio que fiz na Sony a7S pela sua capacidade de “ver” no escuro, e se tinha gostado da versatilidade da Sony a7 Mk II, posso claramente dizer que esta é a melhor de todas as que já testei.

Se a Sony a7S , é a rainha do ISO, faltava-lhe a capacidade de poder gravar video em 4K de forma interna.

Sony a7r IIEsta reúne essa capacidade aliada ao facto de poder gravar com toda a gama do sensor e ainda no formato “Super” 35 crop.

Estamos perante um corpo profissional com um sensor de 42 Megapixéis. Com 5 eixos de estabilização de imagem, é a primeira câmera do mundo a usar um sensor BSI CMOS, ou seja um sensor retro iluminado.

Sony a7r II

Significa dizer que possui uma camada em estrutura de cobre antes do substrato dos fotodiodos, permitindo uma leitura mais precisa e uma maior latitude na utilização de ISO’s.

O sistema híbrido de focagem automática com 399 pontos de foco de fase aliados aos 25 pontos que atuam por contraste revelaram-se um sonho no que diz respeito à capacidade de foco desta soberba câmera da Sony

Sony a7r II

Sony a7r II

A Sony a7 r II é o quinto modelo da gama a7 da empresa destas câmeras full frame e o segundo modelo de alta resolução ‘R’.

No entanto, embora o seu nome e aparência são muito semelhantes aos da primeira geração da Sony a7S , a R II representa, sem dúvida, um passo em frente em relação aos primeiros modelos mirrorless full frame da Sony.

E os motivos desta afirmação são dois. Embora o corpo de a7R II  possa parecer o mesmo que a da Sony a7 Mk II fr 24MP (embora com uma construção com um incremento substancial do uso da liga de magnésio), a câmera inclui duas mudanças significativas:

A primeira é que esta é a primeira câmera full frame para caracterizar um sensor baseado na tecnologia CMOS BSI. Embora a Sony sempre enfatizou que os benefícios do BSI são mais valiosos em pequenos sensores.
Em segundo lugar, e talvez, mais inesperada: as capacidades de deteção de fase em foco automático da câmera foram aumentados ao ponto que ele não só se concentra rapidamente e eficazmente com as suas próprias lentes, mas também pode fazê-lo com lentes projetadas para outros sistemas.
No entanto tive a oportunidade de testar com um adaptador Metabones para verificar esta novidade da Sony.

bonusmatchc

Sony a7r II

E o que notei foi que a capacidade estonteante de foco que existe com as lentes nativas, não consegue ser ainda atingida com as minhas lentes da Canon, apesar de ser uma enorme evolução para os modelos anteriores, ainda não consegue o ponto ótimo que atinge com as lentes nativas da marca.

Está no entanto no bom caminho pois com um corpo tão profissional como este daria certamente mais versatilidade a este corpo, tendo em conta que muitos fotógrafos possuem o seu vidro Canon de excelência e não estão dispostos a abdicar dele.

Sony a7r IIIsto não pode soar grande coisa até no entanto a Sony precisa fazer com que a câmera se torne o mais “user friendly” com outros sistemas para tornar a câmera um sucesso, nomeadamente ganhar fotógrafos profissionais e dedicados, muitos dos quais já estão comprometidos com outros sistemas.

Os pontos que mais destaco aqui nesta análise são:

  • 42MP Full Frame do sensor BSI CMOS
  • 399 pontos detecção de fase no sensor
  • Estabilização de imagem em 5 eixos
  • 4K de gravação interno em toda a largura sensor  ou 35 ‘Super’ Crop
  • Sistema Profile Picture incluindo ITU-709 e S-Log2 gamma
  • Construção de liga de magnésio
  • Visor OLED dot com ampliação de 0,78x
  • AF de alta velocidade com lentes não-nativas
Sony a7r II
O resto das capacidades centrais da câmera são exatamente como seria de esperar de uma câmera de alto desenpenho deste nível: completamente selada e resistente às intempéries permite aventurar-se em fotografia de aventura, viagem ou paisagem, reportagem ou desporto, com uma construção em liga de magnésio, botões de controle individuais, e uma ampla personalização de pontos de controle e disparos a 5fps.
As capacidades de vídeo da câmera, valem a pena destacar. Assim como o recém-lançada,  A7S II focada no vídeo, o a7R II pode também gravar vídeo 4K (UHD) internamente.
Mas, ao contrário da A7S II, o seu sensor tem resolução suficiente para gravar usando o formato 35 ‘Super’ Crop (APS-C).
 Sony a7r II
No fundo uma evolução para um formato que está a fazer com que a Sony seja cada vez mais um sério Player nesta industria.
Deixo aqui algumas das fotografias captadas durante o ensaio:

Este slideshow necessita de JavaScript.

O meu muito obrigado à Sony por ter facultado os equipamentos para o ensaio.
Ficheiros sem edição
DSC06540 DSC06544
EQUIPAMENTO TESTADO:
SONY A7R II PVP RECOMENDADO: €3.500,00
FE 24-240MM F3.5-6.3 OSS PVP RECOMENDADO: €1.200,00
FE 28MM F2 PVP RECOMENDADO: €480,00

SEM COMENTÁRIO

Deixar uma resposta